ISTsat-1 e as baterias

Neste mês vai fazer três anos que a equipa do ISTsat-1 esteve nos laboratórios da ESA a fazer testes com o sistema de baterias do ISTsat-1. Pode ler uma descrição detalhada dos ensaios efetuados no seguinte endereço:

Os testes realizados foram validados pela ESA e foram altamente apreciados.

Passou-se assim uma fase crucial do desenvolvimento do ISTsat-1, que inicialmente estava para se lançado a partir da Estação Espacial Internacional depois de ser transportado numa carga de manutenção desta estação. A ESA não chegou a acordo com o transportador para a Estação Espacial. Agora, o lançamento do ISTsat-1 está previsto ser feito a partir do novo foguetão Ariane-6 no seu voo inaugural, que não é tripulado, e os ensaios requeridos para o ISTsat-1 são menos exigentes, mas o trabalho no ISTsat-1 acabou por ser feito para a exigência máxima.

Publicado em AMRAD

ISTSat-1 no foguetão Ariane 6

O ISTSat-1 está praticamente pronto para ser entregue à Agencia Espacial Europeia (ESA), quatro meses antes do lançamento previsto para o último trimestre deste ano de 2022. Segundo a ESA, o ISTSat-1 será lançado a partir do novo foguetão Ariane 6, na sua viagem inaugural, juntamente com outros satélites.

O ISTSat-1 é o primeiro satélite maioritariamente projetado e construído em Portugal. Em 2017 teve um grande impulso pois ganhou o patrocínio da ESA através do programa FYS “Fly Your Satélite” destinado à promoção das tecnologias do espaço nas universidades.

Trata-se de um projeto de alta tecnologia, inovador, feito maioritariamente por estudantes e professores do IST e beneficiou do suporte da AMRAD, de vários institutos de investigação ligados ao IST (INESC-ID, IT, IDMEC, etc.) e, também, de várias empresas.

O controlo do satélite será feito a partir da estação de rastreio de satélites CS5CEP, um projeto que começou em 2004 com um financiamento inicial do Departamento de Engenharia Eletrotécnica e Computadores do IST. Em 2006, a AMRAD deu um grande contributo para a realização da estação de rastreio de satélites que é uma referência mundial no âmbito universitário.

Pode obter aqui mais informação através do PODCAST do IST sobre ISTSat-1:

https://tecnico.ulisboa.pt/pt/eventos/110-historias-110-objetos-istsat-1-o-primeiro-cubesat-portugues/

https://110.tecnico.ulisboa.pt/arquivos/episodio-34-istsat-1-o-1-o-cubesat-portugues/

E, também, a partir de dezenas de notícias publicadas na página da AMRAD:

https://www.amrad.pt/?s=ISTnanosat&submit=Ir

https://www.amrad.pt/?s=cs5cep&submit=Ir

Publicado em AMRAD

Primeira transmissão do espaço em banda W

Veja aqui a notícia:

https://artes.esa.int/news/first-wband-transmission-space

O nosso colega Luís Cupido participa nesta ação.

Publicado em AMRAD

Novo Ano é enigma?

Veja como funcionou.

Publicado em AMRAD

Foi em 2014 que o Snr. Pikinhas descobriu um objeto extraterrestre

Ver a notícia de 5 de abril de 2014:

Notícia

Agora em vídeo no youtube:

Vídeo

https://www.amrad.pt/amrad-coopera-no-lancamento-de-balao/
Publicado em AMRAD

Museu Faraday na Covid 19

Apesar das restrições impostas pela pandemia, os trabalhos no Museu Faraday continuaram com grande intensidade, ver o recente relato de atividades.

Publicado em AMRAD