50 Anos de satélites vistos por um Senador dos EUA

O senador dos EUA Barry Goldwater (K7UGA) foi um entusiasta do Radioamadorismo, desde os 13 anos de idade que se envolveu com as coisas da ciência e da tecnologia, focado nas temáticas da rádio e do espaço. Esta entrevista da televisão americana, surge a propósito do trabalho desenvolvido por uma ONG alemã, a AMSAT-DL, que foi fundada por jovens da Nossa geração, que ao invés dos portugueses, conseguiram na Alemanha fazer vingar e prosseguir com a sua obra científica.

Oeiras através de voluntários da AMSAT-CT celebram este ano de 2011 os 50 anos da exploração aeroespacial com satélites de amador, sabendo que Barcarena está no centro destas experiências e explorações pioneiras em Portugal, quando ali se receberam (na antiga DSR dos CTT, a actual ANACOM) os primeiros sinais do satélite SPUTNIK seguidas de outros satélites da série OSCAR.

Concluímos hoje, que, passado meio século de estudo e desenvolvimento na área das ciências aeroespaciais, poucos efeitos se tem conseguido produzir na educação alternativa das crianças e dos jovens oeirenses, tudo por falta de apoios concretos, ausência de políticas de juventudes concretamente dirigidos para a elevação e promoção da cultura da ciência e da tecnologia no nosso concelho, lamentou-se Mariano Gonçalves, fundador da AMSAT-CT e da AMRAD, que foi pioneiro nos anos de 1960 na exploração espacial em Portugal, ele é natural deste concelho, onde nasceu, cresceu e onde insiste em viver.

Ao contrário de Barry M. Goldwater – K7UGA, Mariano Gonçalves – CT1XI (que foi autarca independente eleito pelo PSD) tem visto ao longo de mais de 25 anos, múltiplos projectos e iniciativas dirigidas para a educação científica serem liminarmente excluídas.
São factores de exclusão que em nada favorecem o desenvolvimento da economia do conhecimento, tanto mais que a AMRAD foi fundada por jovens ajudados por seniores que há 50 anos atrás se iniciavam na técnica e na engenharia, sendo hoje, maioritariamente peritos e docentes, convictos desses valores e competências.

Segundo Mariano Gonçalves, CT1XI, a intenção de revelar factos e os conteúdos desta entrevista histórica, mas de absoluta actualidade, tem por direito informar, para que sobre os assuntos passados se possa reflectir acerca das medidas necessárias ao desenvolvimento social e económico do país e do concelho, tendo por base a educação e a criação de novas e modernas competências científicas e tecnológicas, através do voluntariado cívico.

A AMSAT-DL (Alemanha) prossegue o imenso esforço internacional de estudar, desenvolver, fabricar, lançar no espaço e explorar satélites com fins científicos e educativos (gratuitamente), concretizando aplicação de tecnologias avançadas que muitíssimo poucas industrias e raros países, mesmo europeus, alguma vez teriam possibilidades de concretizar.

Publicado em Satélites

Deixe uma resposta