Avião elétrico desenvolvido em Portugal

O colega Carlos Gorjão tem vindo a  participar, há cerca de 7 anos, no desenvolvimento de um pequeno avião elétrico comandado por piloto  ou autonomamente. O financiamento deste projeto é de origem nacional e a aeronave tem duas vertentes de uso: civil e militar. A aeronave já tem ceca de 30 horas de voo em ensaios.

Pode ver aqui fotos e vídeos de alguns ensaios

A aeronave tem as seguintes características principais:

18 m; tara: 600 Kg; carga 150 kg; teto ax. de serviço 4570 m (15000 feet); velocidade de cruzeiro 150 km/h  e, em vigilância, de 120 km/h; taxa de descida  1/50 ( ou seja, com  motores desligados desce 1 km percorrendo 50 km).

A aeronave tem 4 motores elétricos e baterias que garantem uma autonomia de 3 horas, podendo ser extendida a 14 h com um extensor de autonomia baseado num motor de combustão asociado a um gerador elétrico.

 

Publicado em Experiências

ISTnanosat na ESA

No vídeo de promoção do FYS da ESA aparecem várias cenas que incluem elementos da equipa  do ISTsat one.

No minuto 48 aparece a referência à construção do Modem, muito avançado, que integra o sistema de rádios do ISTsat one.

O  Modem foi construido nas instalações de montagem de circuitos eletrónicos no Laboratório de Circuitos (sala 1.69) e na sala limpa existente no campus. O ISTsat one será lançado a partir da International Space Station (ISS).

Pode ver aqui o vídeo da ESA.

 

 

Publicado em AMRAD, AMSAT, ISS, ISTnanosat, Satélites

Sistema de rádios do ISTnanosat concluido

Na passada 6ª feira  o grupo de trabalho do sistema de rádios do ISTnanosat (TTC) terminou, no INESC, os ensaios laboratoriais deste sistema, com resultados excelentes.   Conseguiu-se receber tramas digitais em RF com -115 dBm ultrapassando as expectativas  do grupo e as especificações que tinham sido aceites pela ESA.

Bancada de ensaio do TTC

O nível medido do ruído do recetor é de -124 dBm.  Embora este nível esteja acima do ruído de -134 dBm emitido pela Terra, que será recebido no satélite, é um valor excelente para um sistema tão complicado. O sistema permitiu receber tramas de dados digitais com um sinal de RF na entrada no recetor de  -115 dBm.  O  TTC tem dois processadores, um para o Beacon e outro, um DSP muito avançado, para as funções de comunicação com outros módulos do ISTnanosat, controlo, modulação e desmodulação multimodo. Este último sistema está implementado num módulo (Modem) que é acrescentado à placa base do TTC.

TTC sem o Modem  e com as blindagens para RX e TX do Beacon e do emissor principal.

 

O recetor usa um sistema  de comando automático de nível feito por processamento digital de sinal e que controla o ganho do recetor entre 330000 (máximo) e o valor necessário para colocar na banda de base, à entrada do conversor analógico digital do desmodulador digital, uma tensão de 1,3 V pap. Este valor é essencialmente constante para sinais de entrada de -110 dBm até -40 dBm.  Paralelamente a estimativa da potência do sinal recebido, calculada no DSP, pode ser facilmente acedida da “ground station” e permitir calcular o nível recebido pelo satélite com um erro inferior a 1 dB nesta gama de amplitudes.

Nos anos 90 o Profs. Gonçalo Tavares e Moisés Piedade  desenvolveram novos algoritmos iterativos apropriados a AGCs digitais  mas este que agora o ISTnanosat funciona na parte digital e  analógica e   foi desenvolvido pelo Prof Gonçalo Tavares juntamente com todo o Modem de processamento digital de sinal.

No TTC trabalharam também o Prof. Rui Rocha e os alunos Ruben Afonso, Fabian Naf e Renato Encarnação.

TTC com o módulo de processamento digital de sinal. 

As especificações apresentadas foi com TTC ensaiado no caso mais desfavorável, em full duplex com o emissor principal a emitir e o recetor a receber, embora no ISTnanosat não vá ser ser usado neste modo.

O TTC vai agora ser acrescentado ao módulo “Flat Sat”  – um satélite planar com toods os módulos interligados como se estivessem no CubeSat para que se prossigam os ensaios de todo o sistema em ambiente de espaço.

 

 

 

Publicado em AMRAD, AMSAT, Espaço, Investigação, ISTnanosat, Satélites

Banda de 144 MHz em risco

Caros radioamadores

A banda de 144 MHz, para uso de atividades dos radioamadores, está em risco de ser usurpada.

Pode assinar aqui a petição contra esta ação.

 

Publicado em AMRAD

Dia do Técnico, o KIT2019 e o Museu Faraday

O Instituto Superior Técnico faz no dia 23 de Maio 108 anos e o programa das cerimónias comemorativas pode ver-se aqui.

A seguir às cerimónias oficiais seguem-se as atividades do KIT2019 cujo programa pode ver aqui.

O Museu Faraday, em que participam vários associados da AMRAD, preparou uma exposição especial para este dia de aniversário do IST.

Pode ver aqui o programa do Museu Faraday.

Publicado em AMRAD

LARS faz 25 anos

Caros associados, a nossa associada LARS faz 25 anos e convida os radioamadores para participarem na cerimónia comemorativa cujos detalhes são:

 

Caros Consócios, Congéneres e Amigos,

 

Foi em 16 de maio de 1994 que nasceu, oficialmente, a LARS!

Já lá vão 25 anos desde que um grupo de radioamadores se reunio para formar esta associação.

Lamentavelmente alguns deles já não estão entre nós, mas outros continuaram o projecto inicial,

que se transformou, multiplicou e chegou até hoje com presença e distinção no panorama radioamadoristico nacional.

 

Dito desta forma, faz parecer que foi fácil, mas para os que não estão desde o principio, até chegarmos aqui,

muitas dificuldades tiveram de ser ultrapassadas, momentos menos bons, trabalho,

mas também divertimento, alegrias, recordes, realizações colectivas e pessoais.

 

Referir nomes, numa linha de tempo com 25 anos, poderia poderia não ser justo!

Muitos chegaram, muitos partiram, muitos participaram, fantásticos realizaram e todos assistiram…

 

Assim, vem a direcção da LARS, convidar-vos a celebrar este simbólico aniversário, e de uma forma diferente, em 25 de Maio de 2019, sábado,

participando num pequeno programa, a partir das 10h00, que esperamos que seja do agrado de todos.

 

Com a gentil disponibilidade da Força Aérea Portuguesa, nomeadamente o Museu do Ar na BA1, em Sintra,

criou-se a oportunidade de visita guiada à BA1 de uma forma diferente e exclusiva num recente programa que se chama:

Um voo com 200 anos“, cujos pormenores podem ser vistos aqui.(clicar)

Visita gratuita.

 

De manhã visita guiada, a não perder, e de seguida almoço em Mem Martins na churrasqueira Sintra,(clicar), também conhecido como ‘O Rei das Gaitadas’

Menu com entradas várias, local aprazível, maioritariamente grelhados de peixe e carne, preço de grupo para um misto de grelhados, refeição completa 15€/pax.

Tem Multibanco!

Acesso fácil!

 

Gostaríamos muito que todos participassem, obviamente não esquecendo as famílias e os Amigos da vossa escolha.

 

Por questões logísticas, agradecemos a confirmação das presenças até quinta-feira, 23/05/2019, pelos meios habituais.

 

Até lá, 73 de

 

Luís Tomás

CT1DDN

Presidente da direcção da LARS

 

 

Publicado em AMRAD